Respiração ajuda a diagnosticar doenças graves

Atualizado: 8 de mar. de 2021

34-2020


Cientistas dos Estados Unidos desenvolveram um sistema capaz de identificar 17 doenças diferentes a partir da respiração: um dispositivo que utiliza nano-raios para determinar a composição química da respiração de uma pessoa.


A partir disso, o aparelho consegue definir características de 17 doenças graves, de câncer nos rins à síndrome de Parkinson.


Isso ocorre porque o ar exalado contém nitrogênio, dióxido de carbono e oxigênio, assim como pequenas porções de mais de 100 compostos químicos e a proporção de cada substância varia de acordo com o estado de saúde. “Nós descobrimos que da mesma forma que cada um de nós tem impressões digitais únicas, cada doença estudada tem uma impressão respiratória única, como uma assinatura de componentes químicos”, disse o autor do estudo, professor Hossam Haick, ao jornal britânico Telegraph.

17 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo